Sistema de Saúde de Cuba será apresentado em evento

Devido ao programa do governo federal Mais Médicos, cerca de 11 mil profissionais cubanos estão trabalhando no Brasil desde o ano de 2013. Dois deles, com atuação em Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, estarão na Universidade Católica de Pelotas (UCPel) para relatar sua experiência no país e compartilhar como funciona o Sistema de Saúde cubano. A conversa gratuita e sem necessidade de inscrição ocorrerá no dia 16 de setembro, às 19h, no Auditório Dom Antônio Zattera. A atividade, promovida pelo curso de Serviço Social da Católica, também será voltada para acadêmicos dos cursos de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Odontologia e Psicologia. De acordo com a coordenadora do curso de Serviço Social, professora Andrea Heidrich, o evento terá como formato uma roda de bate-papo. “A intenção é promover a troca de experiências e apresentar para os alunos como funciona a saúde pública em outro país”, comenta.Serão convidados os médicos Andrés Mesa Garcia e Odalis Toledo Luzardo, ambos com formação em Cuba. Garcia é especialista em Medicina Geral Integral, foi professor da Escola de Medicina de Santiago de Cuba até 2013 e atualmente trabalha na UBS Areal 1. Luzardo possui especialização em Medicina Familiar, trabalha na área há 26 anos e em Pelotas atua na UBS da Cohab Fragata. A assistente social naturalizada brasileira Enid Maria Ramirez Aleman também participará da atividade. O Sistema de Saúde de Cuba é mundialmente reconhecido por sua excelência e eficiência. O país conseguiu universalizar o acesso à saúde para todas as categorias da população e, mesmo sofrendo bloqueios econômicos que limitam recursos, obteve resultados semelhantes aos das nações mais desenvolvidas. A medicina cubana baseia-se na prevenção e é totalmente gratuita em todos os níveis, da atenção básica à alta complexidade. foto da notícia