Curso de Odontologia integra ações do Maio Vermelho em Pelotas

O mês de maio é voltado para a conscientização do câncer de boca no Rio Grande do Sul. Através de ações propostas pela Campanha Maio Vermelho, a população de Pelotas poderá realizar exames de diagnóstico em Unidades Básicas de Saúde (UBS). Estudantes do curso de Odontologia da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) integram a iniciativa que tem como objetivo prevenir e diagnosticar a doença, que no país já ultrapassou os 15 mil casos em 2016. Nos dias 10 e 11 de maio, consideradas datas decisivas para a campanha, dentistas da rede pública auxiliados por acadêmicos da UCPel e da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) irão orientar, diagnosticar e realizar biópsias em pacientes nas UBS. Nas Unidades Básicas de Saúde administradas pela Católica – Pestano, Py Crespo, Fátima, União dos Bairros e Sanga Funda -, haverá também a distribuição de material informativo sobre a doença.A UCPel realiza ainda no dia 06 de maio, às 8h, minicurso sobre Semiologia do Câncer Bucal. O curso será gratuito e voltado para os acadêmicos da Odontologia das duas instituições de ensino. A coordenadora do curso de Odontologia da UCPel, professora Patrícia Osório Guerreiro, complementa que a capacitação será de três horas e as inscrições devem ser feitas através deste link. A capacitação será ministrada pela professora Maria Noel Petruzzi. O Maio Vermelho é promovido pela Prefeitura de Pelotas em parceria com UCPel e UFPel. No total, 49 acadêmicos da Católica participam das atividades propostas para os dois dias da iniciativa. Outras prefeituras da Zona Sul também aderiram à campanha. Formas de prevenção e tratamento O câncer de boca é extremamente invasivo, por isso a importância de consultar um dentista regularmente. O profissional é o responsável por diagnosticar a doença que geralmente é descoberta em estágio avançado. Feridas indolores na boca que não cicatrizam por mais de 15 dias, manchas ou placas vermelhas ou esbranquiçadas e sangramentos sem causa conhecida são possíveis sinais de um câncer de boca. São fatores de risco para o desenvolvimento da doença o uso de álcool, fumo, o vírus HPV (transmitido por sexo oral) e a exposição solar, visto que câncer do lábio é mais comum. Gengivas, mucosa jugal (bochechas), palato duro (céu da boca), língua (principalmente as bordas) e assoalho (região embaixo da língua) também podem ser atingidos. foto da notícia