UCPel cria programa de extensão voltado à saúde bucal de gestantes e bebês

Garantir a saúde bucal durante o desenvolvimento de crianças com até dois anos de idade é o que pretende o primeiro Programa de Extensão do curso de Odontologia da Universidade Católica de Pelotas (UCPel). Pré-natal odontológico e consultas odontológicas estão entre os serviços que serão oferecidos à comunidade a partir de maio. Quatro locais de atendimento através do Sistema Único de Saúde (SUS) contarão com o atendimento.Denominado “Atenção odontológica nos primeiros mil dias de vida: promoção da saúde bucal materno infantil nos serviços de saúde da UCPel” (SB Mãe-Bebê), o programa foi aprovado pela Universidade no primeiro semestre de 2018. O objetivo da iniciativa é de promover saúde bucal na primeira infância – período marcado por intenso desenvolvimento e transformações, que começa na gestação e se estende até o segundo ano de vida.O SB Mãe-Bebê prestará pré-natal odontológico e consultas odontológicas para crianças e gestantes. Os atendimentos ocorrerão na Unidade Básica de Saúde (UBS) Osório, no Ambulatório do Campus Dr. Franklin Olivé Leite, na Maternidade e na Casa da Gestante do Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP/UCPel).De acordo com a coordenadora do Programa, professora Luísa de Oliveira, o SB Mãe-Bebê irá atuar na área de saúde coletiva. “Percebemos a demanda de trabalhar desde a barriga da mãe para que os resultados positivos alcançados em saúde bucal se estendam até a vida adulta”, justifica.A atuação se dará através dos três níveis de atenção: básica, especializada e terciária. “Com uma mesma linha de cuidado, o estudante poderá ver a saúde da criança de ângulos diferentes”, explica a docente. Para ela, o Programa de Extensão é uma vivência prática do conhecimento adquirido em sala de aula. “Além de motivar os alunos, damos retorno para a comunidade, que é a função social da Católica”, avalia.Antes de começar os atendimentos, docentes, acadêmicos e bolsistas participam de capacitações até o final do mês de abril. Três professoras e 12 estudantes, entre bolsistas e voluntários, de diferentes semestres, compõem a equipe multidisciplinar do Programa.Redação: Piero Vicenzifoto da notícia