fbpx
Vestibular UCPel

Um projeto de extensão vinculado à Católica de Pelotas (UCPel) está prestando um atendimento diferenciado em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade. O programa Saúde na sala de espera, desenvolvido pelo curso de Medicina, promove diversas atividades junto aos pacientes que aguardam por atendimento nestes espaços. O projeto visa envolver cada vez mais os acadêmicos nas comunidades, com o foco na educação e na promoção em saúde por meio dos pilares da comunicação na área.

De acordo com o coordenador do Saúde na sala de espera, o professor Alexandre Moch, a iniciativa, que teve ínicio em julho e também consta com acadêmicos de outras graduações, como Odontologia, Farmácia, Psicologia e Serviço Social, aborda diferentes temas de uma maneira inovadora. “De maneira descontraída, simples e carinhosa, os temas como saúde mental, saúde do idoso, tabagismo, dentre outros, são abordados. Essas atividades, além de causarem um importante impacto para a população, são fundamentais na qualificação profissional dos acadêmicos”, comenta.

Para a acadêmica de Medicina Isadora Firpo, se aproximar da comunidade contribui muito na sua formação profissional. “Na perspectiva acadêmica, temos um retorno maravilhoso. Fortalece a nossa função de ajudar o próximo”, conta.

Brenda Conrad, também estudante do curso, aponta que a receptividade das pessoas tem sido muito boa. “No início foi bastante complicado. Nós chegávamos, com um pouco de dificuldade na comunicação, e os pacientes não entendiam o que estava acontecendo, porque a sala de espera não era um ambiente em que eles tinham esse contato com educação em saúde. E agora somos muito bem recebidos. Eles, inclusive, nos esperam, perguntam ‘vocês vêm na sexta que vem?’. Eles falam também pra vizinhos, que acabam nos procurando. É uma receptividade muito boa.”

Atualmente o Saúde na sala de espera é realizado nas UBSs ligadas à UCPel e também nas unidades em que a equipe atua na prefeitura, com foco principal nas UBSs Py Crespo, Fátima e Bom Jesus.

Redação: Bruno BohmVídeo: Bruno Bohm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *