fbpx
Estágio em odontologia

Um dos momentos mais tensos para os estudantes da área é a hora de encontrar um estágio em Odontologia. Isso porque a atuação prática, apesar de essencial, ainda traz muitas dúvidas e inseguranças.

É exatamente por isso que o estágio supervisionado é tão importante. Com o programa, o aluno poderá se sentir mais seguro e preparado para exercer a profissão depois de concluída a graduação.

Mas, afinal, como funciona o estágio em odonto, quais as atividades executadas pelo estudante e qual a remuneração? Para tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto, preparamos este artigo completo.

Boa leitura!

1. Qual a importância do estágio em Odontologia?

O estágio em Odontologia é a maneira com a qual o aluno pode praticar a atividade profissional ainda durante a formação.

Ele é importante porque ajuda a ampliar o conhecimento da sala de aula e proporciona oportunidades para que o estudante vivencie o dia a dia do profissional.

Por mais que o aluno já lide com atividades práticas em disciplinas da graduação, algumas vivências são exclusivas do dia a dia de um consultório odontológico.

No estágio, portanto, o estudante pode ter um contato mais diverso, passando por experiências completas e até mesmo por situações de crise, em que terá a supervisão de um profissional experiente para orientá-lo.

Assim, o estágio possibilita que o estudante se torne um profissional mais seguro e bem preparado para lidar com diferentes situações, além da transferência de bagagem e o conhecimento de profissionais experientes e qualificados.

2. Quais as atividades executadas pelo estagiário de odontologia?

As principais atividades executadas pelo estagiário na clínica odontológica são:

  • Esterilização de materiais;
  • Auxílio ao supervisor de estágio;
  • Auxílio em procedimentos cirúrgicos;
  • Reposição de materiais;
  • Realização de limpezas;
  • Realização de procedimentos básicos, como aplicação de anestesias e restaurações, entre outros;
  • Documentação de pacientes;
  • Anamnese;
  • Acompanhamento de diagnósticos e tratamentos;
  • Confecção de próteses.

3. A partir de que período o aluno pode estagiar em Odontologia?

De acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO), somente podem estagiar os estudantes que estiverem aptos e estejam, no mínimo, cursando regularmente o quinto semestre letivo do curso de Odontologia.

O estágio é obrigatório e a duração mínima depende do número de disciplinas que a matriz curricular da instituição de ensino exige para esse fim.

Além do período mínimo obrigatório, o aluno pode, ainda, renovar o contrato por mais tempo, desde que isso seja de interesse comum entre as partes e não exceda o prazo máximo de 2 anos.

É recomendado que o estudante faça o maior tempo possível de estágio, para que possa aprimorar seus conhecimentos práticos e fazer networking com outros profissionais.

4. Como funciona o contrato de estágio em odonto?

Atividade realizada antes da pandemia de Covid-19.

O contrato de estágio não configura vínculo empregatício — por isso, o estagiário não tem direito à carteira assinada e demais benefícios da CLT.

O acordo é firmado por meio de um termo de compromisso, assinado pelo estudante, pela instituição de ensino e pela empresa.

Nesse termo, são definidas as atribuições do estagiário. As atividades desenvolvidas no estágio devem ser compatíveis com as previstas no documento e, claro, precisam ter relação com o conteúdo do curso.

A carga horária do estágio é de até 30 horas semanais e deve ser compatível com a carga horária do curso de graduação, sem interferir nas práticas em sala de aula.

5. Quanto ganha um estagiário de Odontologia?

O estágio obrigatório pode não ser remunerado, contudo, hoje é comum que as empresas remunerem o profissional com uma bolsa-auxílio.

O valor da bolsa varia de acordo com a região, mas a média nacional, de acordo com o site Vagas.com, fica em torno de R$ 982. Segundo o site, os estagiários da área podem receber até R$ 1.906, dependendo da região e experiência do aluno.

Além da bolsa-auxílio, a empresa também arca com vale-transporte, férias proporcionais e seguro contra acidentes pessoais para o estagiário.

6. Como conseguir um estágio em Odontologia?

Apesar do estágio em odonto ser obrigatório, nem sempre é simples conseguir uma boa oportunidade, principalmente com profissionais qualificados e que estejam dispostos a ensinar.

Assim, é importante elaborar um currículo completo, com linguagem clara e objetiva, e definir quais áreas de atuação você deseja abordar.

Participar de palestras, workshops e atividades extracurriculares é uma boa forma de complementar o seu currículo, destacar-se de outros candidatos e fazer networking com profissionais da área.

Além de manter uma boa rede de relacionamento, vale a pena conversar com professores, pedir indicações e ficar de olho em anúncio na faculdade. Muitas vezes, as empresas entram em contato com as instituições de ensino para buscar por novos estagiários.

Por fim, alguns sites especializados, como Nube, CIEE, Vagas e WallJobs podem ser uma boa opção para encontrar oportunidades de estágio na área.

Como vimos, o estágio em Odontologia é uma excelente oportunidade para que o aluno adquira conhecimento e segurança para atuar na carreira após formado.

Durante a prática, ele tem um contato mais direto com o dia a dia da profissão e pode entender melhor quais especialidades combinam com o seu perfil.

Quer conhecer as principais especialidades da Odontologia? Confira nosso artigo completo sobre o tema.

3 comentários em “Estágio em odontologia: Confira as 6 principais dúvidas sobre o programa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *